Nesse publieditorial você vai descobrir...

“Como O Fillipe Criou O Seu Negócio Online do Zero Para Hoje Se Sustentar Só Com Ele”

Por: Bruno Picinini

Nesse novo caso de sucesso mostro a história do Fillipe. Ele é autor e fundador do Android Pro.

Esse é um projeto que começou ainda quando trabalha em seu antigo emprego. Conseguindo dedicar algumas horas por dia foi, pouco a pouco, tornando um hobby em um negócio online lucrativo.

Veja como aconteceu e o que ele teve que passar para chegar até aí.

fillipe-cordeiroDe 1 ano para cá a vida do Fillipe mudou. E muito.

De turnos duplos para depois largar seu emprego e hoje se dedicar em tempo integral pro seu negócio online...

Das suas primeiras vendas onde ganhou R$ 5.203,22, para hoje ganhar isso com um produto vendendo todos dias.

Sem contar uma viagem a África nesse meio tempo.

É... as coisas mudaram. E para melhor.

Nesse caso de sucesso de hoje do Férias Sem Fim você vai descobrir como foi que tudo isso aconteceu. E mais:

Aprende como você pode fazer o mesmo.

Seja começar seu negócio online do zero, ou alavancar o seu negócio que você já tenha. Como o Fillipe fez. E hey:

Quem sabe um dia poder largar seu emprego e se dedicar 100% ao seu negócio? Poder trabalhar de onde e quando quiser.

Esse era um dos meus maiores sonhos quando comecei. E sei que é de muitas pessoas. E por isso que trago esse caso de sucesso hoje aqui pra você.

Nem sempre foi fácil...

Contei aqui como está a situação do Fillipe hoje. E talvez alguns façam o erro de assumir que foi sempre assim. Ou que foi fácil chegar aí.

Pelo contrário.

Em 2015 ainda o Fillipe tinha um emprego. Trabalhava como desenvolvedor de software e mobile para uma empresa em SP. E a rotina não era nada fácil:

  • Das 8h às 12h estudava inglês;
  • Das 13h às 20h trabalhava em seu emprego;
  • A noite e nos fins de semana se dedicava a sua nova paixão:

Um novo blog que havia criado. Esse chamado AndroidPro. Que obviamente falava de Android.

Observação: caso você não conheça, Android é o sistema operacional para mobiles, tablets e outros mais usado do mundo. É desenvolvido pela Google e com amplo suporte. É como o Windows (ou OSX) que você tem no seu computador e permite você rodar seus programas.

Mesmo com tempo limitado as coisas foram se acertando.

Até, sua empresa oferecia uma opção interessante pra ele. Opção que ele decidiu aproveitar:

Poder trabalha remotamente.

Isso permitiu ele poder trabalhar de onde quisesse.

E o lugar escolhido foi nada mais nada menos que... a África!

Isso mesmo. África. Mais especificamente África do Sul.

Ele e a sua namorada foram pra lá. Aproveitar já que tinham essa possibilidade de se trabalhar remotamente.

Isso serve pra mostrar algo que prego bastante:

Você não precisa esperar ter seu negócio online já pronto e "bombando" para começar a curtir o estilo de vida. Há maneiras de se começar aproveitar antes.

Inclusive já sugeri em alguns vídeos de repente começar trabalhar como freelancer. Oferecendo o que você faz como serviços por exemplo. Ou fazer como o Fillipe:

Trabalhar remotamente.

Lembre-se:

"Viajar começa agora. Mesmo que a realidade prática da viagem só aconteça daqui a alguns meses ou até daqui a alguns anos, viajar começa no exato momento no qual você pára de inventar desculpas, começa a guardar dinheiro e passa a olhar mapas com aquela pequena pulga atrás da orelha chamada 'possibilidade'."
—Rolf Potts

O Início de Tudo

Em Maio de 2015, ainda na África, eles decidem tornar o que era então somente um blog, em um negócio.

Decidem lançar um curso sobre o assunto.

Mesmo sem muita experiência de marketing, tiveram um bom resultado. Na verdade, minto. Um excelente resultado. Especialmente se considerar que muitos sequer saem do zero!

Em sua primeira tentativa, com uma pequena lista de 2.000 leads, conseguiram faturar R$ 5.203,22.

fillipe-africa

Tudo feito ainda quando viajava a África (foto roubada do seu Facebook sem ele saber! :))

Dependendo do nível do seu negócio, isso pode ser pouco ou muito pra você.

Mas eu tenho certeza absoluta que pra muita gente isso é um sonho quase. E serve também pra mostrar que mesmo com uma lista pequena é possível conseguir bons resultados.

Não que você vá se aposentar com esse dinheiro. Não.

O mais importante é o que esse dinheiro representa:

O primeiro passo para mais liberdade.

Porque a primeira venda é realmente a mais difícil.

Tudo parece dar errado. Temos dúvidas se funciona mesmo. Se isso dá certo. Família e amigos nos chamando de loucos (ou até pior).

"Será que...?"

Até que entra a primeira venda.

Os primeiros resultados.

Isso dá confiança para seguir em frente. Porque provou que funciona. Agora é só uma questão de crescer e melhorar.

E crescer e melhorar foi justamente o que o Fillipe fez...

A Segunda Tentativa

A segunda tentativa aconteceu em Julho de 2015.

Com um pouco mais de experiência, os resultados já melhoraram. Melhoraram não. Eles dobraram.

Nessa segunda tentativa, já conseguiram um faturamento de R$ 13.551,67.

Outro belo resultado.

Pouco a pouco as coisas fazem sentido.

Tantos torcem pra acharem o "pulo do gato". Aquele que dará resultados da "noite pro dia". Quando a verdade é essa:

Um passo por vez.

É realmente um processo.

Processo onde vamos acertando cada passo. Um por vez.

Claro que você precisa saber qual passo dar. E em qual direção. E é justo aí que eu tenho ajudar com todos vídeos, artigos e treinamentos que ofereço. Mais a comunidade pra ter apoio nas horas de dúvida.

E foi isso que o Fillipe esse tipo de ajuda que o Fillipe procurou.

Férias Sem Fim

Até esse momento tudo que o Fillipe fez foi total crédito dele. Ou com quem ele aprendeu.

Foi depois desse segundo lançamento que ele conheceu o programa Férias Sem Fim. Esse mesmo que tantos outros alunos já deixaram seu depoimento aqui.

Esse é o meu treinamento oficial. É nele que mostro como fiz o que citei antes: ganhar R$ 3 a 20 mil reais com um negócio online criado totalmente do zero.

O Fillipe viu que estávamos abrindo uma nova turma. Aplicou e se inscreveu.

Depois de ver algumas aulas, resolveram tentar novamente.

Iriam agora reformular e tentar de novo.

Só que ele não esperava era o quanto os resultados iriam melhorar.

Aumento De 356% Nas Vendas Em 4 Meses

Na terceira tentativa — após participar do Férias Sem Fim — os resultados deram um belo salto.

Da primeira vez — Maio de 2015 — onde faturaram R$ 5.203,22...

Para a segunda — em Julho de 2015 — onde faturaram R$ 13.551,67...

Para a inscrição no Férias Sem Fim em Agosto de 2015...

Para agora essa nova tentativa — em Dezembro de 2015 — onde faturaram... R$ 61.823,23!

E ainda conseguindo alcançar a marca dos 150º no Hotmart! Olha só:

fillipe-150

O dia que atingiu 150º em vendas no Hotmart. A marca mais alta possível dentro da plataforma

OBS: caso você não conheça, o Hotmart é a plataforma que ele usou para vender seu produto pela internet. Lá há um mercado onde eles medem a "temperatura" das vendas de cada produto. E a temperatura máxima é 150º.

É um belo salto!

Um salto de 356% a mais em vendas.. Isso em apenas 5 meses entre um lançamento e outro. E 4 meses após inscrever-se no Férias Sem Fim.

Muito dessa diferença veio do que ele aprendeu no Férias Sem Fim. Como ele mesmo diz:

"Acompanhei os vídeos e vi que lá teria a informação necessária para entender como posicionar melhor meu produto no mercado digital, tanto em futuros lançamentos quanto em produtos perpétuos."

Isso que ele nem chegou a aplicar tudo que mostro no treinamento. Olha só:

"Mesmo não implementando tudo o que era necessário e tudo o que eu queria, todo o conteúdo que eu queria, conseguimos resultados muitíssimo melhores. ores. Nosso faturamento em Dezembro foi cerca de R$ 60 mil."

E o lucro líquido não ficou muito para trás: R$ 36.062,68.

Dá uma olhada aqui no extrato direto do Hotmart:

R$ 36.062,68 de lucro líquido. Mais de R$ 60 mil em faturamento

R$ 36.062,68 de lucro líquido. Mais de R$ 60 mil em faturamento

Essa diferença entre o faturamento e o lucro líquido se dá por comissões a afiliados, taxa do próprio Hotmart, entre outros.

Por isso mostro os 2 números.

O primeiro para comparar com os outros lançamentos. O segundo para mostrar o que interessa:

O quanto sobrou e entrou no bolso do Fillipe.

Até, observação importante:

Muitas pessoas falam e falam de dígitos e números. "X de faturamento". Faturamento. Ótimo. O que ninguém fala é o seguinte:

Quanto sobrou no bolso exatamente?

Porque faturar por faturar é perigoso.

Há empresas que faturam literalmente milhões...

...e lucram quase nada.

Ou seja: dinheiro no bolso, zero.

Isso se não perdem dinheiro!

Então lembre-se da máxima:

Faturamento é vaidade; Lucro é sanidade; Dinheiro é realidade.

O que interessa é o que sobra no bolso.

E por isso que aqui mostro todos números. Para que você entenda e veja o potencial real. E não um potencial de "faturamento X"... que não sobra nada no final pra você.

Porque não tenho interesse algum em ficar mostrando números sem a realidade por trás. A realidade de um negócio que envolve sim alguns custos.

Felizmente a maioria desses você só paga depois que faz a venda.

Enquanto não vendeu, não há nem comissão nem taxa para ser paga.

Voltando ao caso do Fillipe...

Largando o Emprego

O Fillipe já estava tendo ótimos resultados.

Resultados que dariam inveja a muita gente.

Pode ganhar esse tipo de valor. Fazendo o que gosta. De onde quiser. Até da Africa inclusive!

Ainda assim, ele não tinha largado seu emprego. Queria garantir um colchão. Porque vai saber como é o dia de amanhã.

Sem problemas!

É desse ponto em diante que a "brincadeira" começa a ficar legal.

Porque agora com um (1) bom produto, (2) um bom marketing e (3) uma estratégia comprovada de vendas, ele decide fazer um novo lançamento relâmpago.

Decidiu só 2 semanas antes que iria fazer isso.

Por isso não mudou nada. Usou tudo igual.

Esforço nessa parte quase nada. Só o esforço mesmo de responder comentários, emails e outros.

Resultado?

Mais R$ 35.852,00 no bolso.

Nada mal!

Para muito pouco esforço extra. Já que aproveitou o que já tinha antes.

E foi aí. Foi aí nesse momento que ele tomou a decisão — iria larga seu emprego. Largar e se dedicar 100% ao seu negócio online.

Com um colchão financeiro razoável e confiança que estava no caminho certo, tomou esse novo passo. Lembro até o dia que conversávamos e ele me contou:

O dia que Fillipe me contou que havia largado seu emprego e se dedicava agora 100% ao seu negócio online

O dia que Fillipe me contou que havia largado seu emprego e se dedicava agora 100% ao seu negócio online

Fico mais do que feliz de ter de alguma forma contribuído para isso!

Pra ele e pra tantos outros que tenho certeza que vão conseguir o mesmo!

E olha que curioso:

Da primeira venda dele até o momento que pode largar seu emprego e se dedicar 100% ao seu negócio online foram exatos 11 meses. De Maio de 2015 a Abril de 2016.

Para alguns, 11 meses pode parecer muito tempo.

Eu não acho.

11 meses... para você mudar completamente de vida?

11 meses... para você poder trabalhar pra si mesmo?

11 meses... para você poder trabalhar de onde e quando quiser? Com o que gosta?

Acho que foi um prazo bem razoável. E mais:

Lembre-se que durante esses 11 meses o Fillipe já aproveitava a vida!

Trabalhava remotamente. Fez viagens. Criava e desenvolvia seu site.

E foi uma escolha dele esperar esse tempo. Foi quando se sentiu confortável e seguro. Poderia ter sido antes? Talvez. Mas de novo:

A decisão só ele pode fazer.

Agora, será que o mesmo vai acontecer com você?

Não há como saber.

A decisão de quando exatamente largar seu emprego — assim como do Fillipe — é totalmente sua. Só você pode fazer.

Algumas pessoas conseguem mais rápido, outras mais devagar.

Eu pessoalmente em 1 semana já tinha largado tudo pra me dedicar ao meu negócio. Não porque já estava dando certo. Ou porque tinha um colchão financeiro.

Mas simplesmente porque é assim que eu funciono.

Quando vejo que é aquilo que eu quero, não consigo esperar.

Costumo brincar com meus clientes:

"Eu tenho pressa pra comprar minha ilha e convidar todos vocês pra tomar uma bela cervejinha... Então não dá pra esperar não..."

Hoje o Fillipe tem um novo curso que não depende de lançamentos. Até é o que recomendo bastante no Férias Sem Fim. Para ter um negócio mais estável e escalável. Sem tantos solavancos para cima ou para baixo.

Valor: R$ 147,00

Objetivo: 1 venda por dia.

E até agora tem dado certo.

Foi lançado há pouco tempo. E nesse pouco tempo já fez R$ 5.478,00 em vendas.

Novamente nada mal. Ainda mais considerando que esse não é seu principal curso.

Como VOCÊ pode também criar seu negócio online partindo do zero

Fico realmente mais que feliz de poder ter ajudado alguém como o Fillipe.

Muito do que ele fez é sinceramente mérito 100% dele.

Ter começado um site. Dedicar horas extras depois do trabalho. Ter a disciplina pra se manter no caminho. Acreditar. Lutar.

Depois, como ele mesmo fala, o Férias Sem Fim ajudou a otimizar o que tinha.

Otimizar e alavancar os resultados. Como você acabou de ver.

Com isso eu fico muito feliz. Feliz e triste.

Feliz por ele. Triste pensando quantas pessoas aí fora poderiam estar fazendo o mesmo:

Criando seu negócio online. Sem pressa. Um passo por vez. Com 1 à 2 horas por dia. Exatamente como o Fillipe fez. Exatamente como ensino no Férias Sem Fim.

Por isso a pergunta:

E você?

Que situação você se encontra?

Está começando do zero? Se considera um "analfabeto digital"?

Ou de repente já tem algo? E só precisa uma ajuda?

Posso ajudar você em ambas situações.

Gostaria de convidar você para reservar um lugar em uma aula online gratuita que vou ministrar essa semana.

Clique aqui para verificar os horários disponíveis e garantir o seu lugar.

Ali você pode ver como o tema da aula será um estudo de caso de como eu criei um negócio online do zero como desafio para mim mesmo. O objetivo?

Mostrar a todos como era possível começar do zero. E os resultados me surpreenderam:

Em menos de 4 meses meus rendimentos já batiam na casa dos 20 mil reais; R$ 19.979,75 para ser mais preciso.

Não vou me aposentar com isso, mas também não é um dinheiro de se jogar fora, certo?

Se quiser ver como isso aconteceu e como você pode fazer o mesmo, participe da aula.

Só não adie – garanta seu lugar agora clicando aqui.

Nos vemos lá na sala!

Abraços,

Bruno Picinini.

bruno-mav-3Em 2010, Bruno Picinini decidiu largar tudo e ir viajar o mundo. Depois de visitar mais de 46 países, teve sua história e trabalho aparecendo em grandes publicações como na Revisa Pequenas Empresas e Grandes Negócios, Infomoney, SEBRAE, Veja, Exame entre outras.

Hoje ajuda outras pessoas a terem mais liberdade e qualidade de vida com uma alternativa nova e diferente.